Fórum aponta avanços importantes e os caminhos para qualificar o setor fotovoltaico

Por Admin APL MMeA 28/05/2019

Nesta primeira edição do Fórum, palestras, painéis e apresentações de cases trataram sobre mercado, legislação e oportunidades para a energia fotovoltaica no Brasil, com foco no Rio Grande do Sul.  O evento reuniu mais de 250 participantes nos dois dias do Fórum (22 e 23/05) e no workshop ‘Comissionamento de Sistemas Fotovoltaicos’, no dia 24.

O Fórum foi realizado pelo Arranjo Produtivo Local Metalmecânico e Automotivo da Serra Gaúcha (APLMMeA), Instituto SENAI de Tecnologia em Petróleo, Gás e Energia, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). “O APL encontrou, junto com essas entidades, uma oportunidade para promover o debate dessa tecnologia de energia a partir de fonte sustentável e renovável, que está cada vez mais presente em nossas empresas e residências. Levar conhecimento técnico e debater alternativas para maior eficiência dessa solução foi o compromisso que assumimos”, destaca o presidente do APLMMeA, Ubiratã Rezler.  O sucesso do evento, avalia ele, foi possível, também, pelo apoio recebido da Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves e das demais entidades que patrocinaram e contribuíram para realização do Fórum.

Para o coordenador do Fórum, professor Tiago Cassol Severo, que também é coordenador do GT Energia do APL, o evento atingiu os objetivos propostos pelos organizadores, de promover o debate sobre o rumo da geração solar, com a finalidade de fortalecer o mercado gaúcho nessa área. “O Fórum proporcionou um debate de alto nível, de extrema importância para diversos agentes do setor como empresários, investidores e profissionais que trabalham na instalação de equipamentos”, considerou. “O conteúdo discutido mostrou o grande potencial que temos para avançar neste setor. O Fórum alertou para a necessidade de qualificação constante para acompanhar o rápido desenvolvimento da tecnologia e do mercado. Em dois dias, vimos excelentes oportunidades de sucesso em uma forma de produzir energia fundamental para o nosso tempo”, ressaltou.

No encerramento das atividades, Severo anunciou a realização da segunda edição do evento, em Bento Gonçalves, no mês de maio de 2020.  A cidade, conforme divulgado na abertura do Fórum, ganhará um totem fotovoltaico, como legado da primeira edição. A ideia dos idealizadores do evento, aprovada pelo prefeito Guilherme Pasin, será concretizada em parceria com o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (SIMMME). O local e data de instalação da estrutura, que servirá para carregar celulares e outros dispositivos eletrônicos, ainda serão definidos.

O evento também foi palco para o lançamento do projeto da Universidade de Caxias do Sul, realizado em parceria com a RGE/CPFL, InstalWatt e a Efall, com o objetivo de eficientizar os prédios que abrigam os cursos de Engenharia do Campus-Sede em Caxias do Sul e todo o Campus Campus Universitário da Região dos Vinhedos (CARVI), em Bento Gonçalves. No CARVI, ocorreu a implementação de um sistema solar fotovoltaico, com a instalação de 58 painéis solares totalizando 18,5kW de potência.

espacodenegocios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Janaína Silva, Divulgação